segunda-feira, 23 de abril de 2012

Falas do Silêncio


"Sinto falta daquela felicidade plena.
Das noites em que eu me deitava pra dormir 
Sem aquela sensação de que o dia poderia ter sido melhor."


Sabe quando você sente aquele aperto no peito
Junto com aquele nó na garganta 
Vêm o medo de não sei o quê 
Vem a coragem para enfrentar o mundo 
Você chora por medo do amanhã 
Sente saudade e quanta saudade que bate aqui 
Incertezas e alegrias... 

Sabe quando tudo se mistura 
Parece uma bola de neve
Não apenas branca, mas de todas as cores 
Sentimentos e pessoas 
Aquele eterno não saber...

Sabe quando você quer correr para alcançar algo que não vê 
E fica parado olhando tudo desmoronar 
Olhando as coisas se perderem com lágrimas nos olhos 
Querendo gritar, querendo se segurar 
Mas fica calado, esperando que entendam seu silencio 
E percebe que as pessoas continuam 
Ninguém pára... 

Têm tanta coisa envolvida 
Que em algum momento você sente que vai transbordar 
Ninguém vê, mas sabe. 
Eu sinto.

sábado, 14 de abril de 2012

A Idade de Ser Feliz



Existe somente uma idade para a gente ser feliz
Somente uma época na vida de cada pessoa
Em que é possível sonhar e fazer planos
E ter energia bastante para realizá-las
A despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
E desfrutar tudo com toda intensidade
Sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
E recriar a vida
A nossa própria imagem e semelhança
E vestir-se com todas as cores
E experimentar todos os sabores
E entregar-se a todos os amores
Sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
Em que todo o desafio é mais um convite à luta
Que a gente enfrenta com toda disposição
De tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO
E quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
Chama-se PRESENTE
E tem a duração do instante que passa.
***

Obrigada por tudo não é o bastante para te agradecer 
Por ter sido tao especial, carinhosa, irmã e conselheira.

Beijos e Feliz Aniversário!!!


te adoro **

domingo, 8 de abril de 2012

Da minha janela



Da minha janela vê-se uma espécie muito rara de angústia
Tem o corpo que não ousei que me fosse
Usa o amor como se fosse a origem da sede
E sossega-se contra o peito da alvorada

Da minha janela vê-se uma espécie única de medo
Chama-se eu mas diz-se tu
E por vezes nós quando prende a vida
A algo tão falível como a vida

Da minha janela não se vê mais nada
Ouve-se o silêncio contra mim
E chove morte contra os vidros
Por dentro como soa o fim.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Despedaçado



A parte mais difícil
Foi te deixar ir sem me despedaçar

A coisa mais estranha

Foi esperar aquele telefone tocar


Eu podia sentir crescer

O gosto agridoce na minha boca

Saudades forradas por dor


Seu coração pesado
Ele é feito de pedra
É muito difícil enxergar com clareza
Eu queria que tudo pudesse ter dado certo


A parte mais difícil

Foi deixar você despedaçar...

Partir meu coração


Eu tentei fugir

Mas não conseguia pensar em nada

Foi tão triste...


Tudo o que eu sei está errado

Tudo o que eu faço acaba se arruinando

E tudo está se despedaçando



Não é fácil
Ter que juntar os pedaços e continuar andando
Tentar agir como se nada me afetasse
Essa tem sido a parte mais difícil pra mim.

                             ¨
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...